Mundo Monocromático


Eu tive a maravilhosa oportunidade de ler este livro da foto, e posso dizer que valeu a pena, mas não é sobre o livro que vou falar e sim pelo tipo de mundo diferente que ele retrata.
Pra quem, assim como eu, adora fotos em sépia, preto e branco e escalas de cinza, vai adorar esse livro por que nele inteirinho é passado um mundo cinza, leitoso, calmo e sombrio, ou seja, monocromático. Por causa desse livro eu me descobri uma amante do monocromatismo e notei que, sem perceber, eu ja era meio assim há um tempo. Eu adoro coisas em escala de cinza, me visto sempre com cores neutras ou apagadas/desbotadas, e as únicas excessões são: o vermelho vivo ou o vinh, que sempre foram minhas paixões em relação à cores, e então eu me encantei com a pequena ilha de Saint Hauda, seu inverno leitoso, seus corpos de vidro e paisagens opacas e sem vida. Uma especie de natureza morta às vistas, mas paisagens cheias de arte para bons olhos (ou boas lentes, porque eu com certeza viraria fotógrafa, assim como Midas, se morasse em um lugar como St. Hauda's Land). Eu então me decidi por começar a testar meu lado artístico tirando fotos de paisagens ou objetos monocromáticos ou belas paisagens e imagens tristonhas e transformá-las na amada arte em preto e branco e, claro, vou postar todas as fotos aqui, no meu twitter, no tumblr e no meu facebook. :)
E é isso ai, pessoal! Beijos! XOXO


Nenhum comentário: